Gabriela Marcon   E-mail Facebook Twitter Blogger
 
Home   Perfil   Imprensa   Mestre de Cerimônias   Multimídia   News   Contato
 
     
 

_News

 
 

Arquivo

  Outubro 2017
  Abril 2017
  2016
  2015
  2014
  2013
  2012
  2011
 
 
Grupoterapia para tabagistas
 
Recentemente, a revista Veja publicou uma reportagem sobre uma pesquisa desenvolvida por pesquisadores da Escola de Saúde Pública de Harvard e da Universidade de Massachusetts, ambas em Boston (EUA), revelando que repositores de nicotina, como gomas de mascar ou adesivos, não são mais eficazes do que tentar parar de fumar por conta própria. Foram entrevistados 787 adultos que, no período do levantamento, tinham parado de fumar. “Isoladamente, a reposição de nicotina nem sempre resolve o problema. É preciso que o fumante esteja disposto a enfrentar uma espécie de força-tarefa que possa estimulá-lo a largar o vício”, avalia a psicóloga Luciana Mancio Balico.

Luciana faz parte de uma equipe multidisciplinar de profissionais de Caxias do Sul disposta a ajudar pessoas que desejam parar de fumar. Além dela, o Grupoterapia para Tabagistas é formado pelo pneumologista Marcelo Zanchetin, pelos professores de Educação Física, Alexandre Silvestrin e Patrícia Marson e pela nutricionista, Renata Biazus. A orientação dos especialistas é no sentido de que a abordagem psicológica, a orientação farmacológica e nutricional, a avaliação física e a prática de exercícios, juntos, podem ultrapassar a barreira do vício.

No total, o programa é desenvolvido em 10 encontros semanais, com 1h30min de duração cada, somando 15h de atividades. Os profissionais envolvidos irão trabalhar na tentativa de dissociar e reverter à sensação de relaxamento emocional que o cigarro causa no fumante. A questão fundamental passa por uma mudança de comportamento. “Precisamos quebrar a ideia do penso, sinto e me comporto assim, encontrando no paciente os gatilhos que acionam nele a vontade de fumar como, por exemplo, o café e as bebidas alcoólicas”, complementa Luciana.

Outras informações
Luciana Mancio Balico | CRP 07/13004
Psicoterapia Cognitivo Comportamental
Av. Itália, 482 – sala 1002 – São Pelegrino – Caxias do Sul (RS).
54 9181.4456 | segunda a sexta, das 8h às 12h e das 13h30min às 19h.
psicologa@lucianamanciobalico.com
www.lucianamanciobalico.com



 
         
Emissão de laudos em Inglês
 
Psicóloga caxiense avalia e emite pareceres e laudos em inglês para
 profissionais e empresas multinacionais

Certificada em Língua Inglesa pela Universidade de Saskatchewan, no Canadá, e pela Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, a psicóloga caxiense Luciana Mancio Balico, inaugurou recentemente seu consultório em Caxias do Sul, num ambiente pensado e criado para oferecer conforto e segurança.

Graduada pela UCS, a psicóloga tem especialização em Psicoterapia Cognitivo-Comportamental pela Faculdade da Serra Gaúcha (FSG), com atendimento direcionado à crianças, jovens e adultos. Essa área da psicoterapia é altamente indicada para tratamentos como depressão, bipolaridade, TOC, ansiedade, bulimia, anorexia, entre outros transtornos.

Além disso, pela experiência adquirida no exterior na fluência da língua inglesa e com MBA em Gestão Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), um dos diferenciais de atuação de Luciana Mancio Balico é a avaliação psicológica e a elaboração de pareceres e laudos em inglês para pessoas que precisam enviar esse tipo de documentação ao exterior para realizar intercâmbios (ex.: documentos exigidos para a AUPair – modalidade de intercâmbio direcionada a jovens e voltada não somente aos estudos, mas também ao trabalho doméstico).

Laudos e pareceres também são emitidos para empresas multinacionais que precisam enviar avaliações de colaboradores como, por exemplo, da equipe gerencial e de diretores, para o headquarter localizado em outros países.

Outras informações
Luciana Mancio Balico | CRP 07/13004
Psicoterapia Cognitivo Comportamental
Av. Itália, 482 – sala 1002 – São Pelegrino – Caxias do Sul (RS).
54 9181.4456 | segunda a sexta, das 8h às 12h e das 13h30min às 19h.
psicologa@lucianamanciobalico.com
www.lucianamanciobalico.com



 
         
Intercâmbio de estudos
 
É preciso estar preparado para enfrentar uma vida totalmente diferente

Para muitos estudantes, deixar o país de origem para fazer um intercâmbio é o mesmo que seguir o “plano B”. Ou seja, aqueles que tentam, mas se frustram ao não conseguir passar no vestibular do tão sonhado curso, acabam estudando fora do país, mesmo que seja para aperfeiçoar uma língua estrangeira. 

Além de condições financeiras, é preciso ter estrutura psicológica para encarar uma mudança de vida que, certamente, virá. “É uma situação onde o jovem precisa conhecer os seus limites, saber até que ponto ele vai conseguir viver num país que tem uma idioma diferente, uma cultura diferente, hábitos diferentes e, principalmente, pessoas diferentes que podem ser totalmente fora dos padrões de comportamento que ele está habituado a conviver”, afirma a psicóloga Luciana Mancio Balico.

Além da formação em Psicologia, Luciana fala com a experiência de quem já estudou um ano e meio no exterior, precisamente nas universidades de Saskatchewan, no Canadá, e Harvard, nos Estados Unidos. A psicóloga presta atendimento a pessoas que tanto estão se preparando para estudar, trabalhar e/ou viver em outro país, quanto a estrangeiros que moram no Brasil. “O objetivo é ajudar na adaptação a esta nova realidade, evitando ou minimizando o choque cultural”, acrescenta.

Outras informações
Luciana Mancio Balico | CRP 07/13004
Psicoterapia Cognitivo Comportamental
Av. Itália, 482 – sala 1002 – São Pelegrino – Caxias do Sul (RS).
54 9181.4456 | segunda a sexta, das 8h às 12h e das 13h30min às 19h.
psicologa@lucianamanciobalico.com
www.lucianamanciobalico.com

 
         
Página: « 1 2 3 4 5 6 7
 
     
 
Gabriela Marcon E-mail Facebook Linkedin Instagram Twitter Blogger Desenvolvimento WCM3 Agência Web Digital Feeling - Estúdio de Criação